O Espiritismo e a Hipnose

Então os espíritos desencarnados se comunicam com os vivos? É o que diz o espiritismo. Será isso algo importante para a hipnose? E a hipnose, o que tem a ver com isso. Esse assunto parece bem interessante você não acha, pois muitas pessoas no Brasil acreditam nos dois, no espiritismo e na hipnose, mas vamos ver mais detalhes de cada uma dessas atividades.

O espiritismo, o que dizem ser

Vamos a uma definição conhecida na internet que diz o seguinte:

Espiritismo, Doutrina espírita, Kardecismo ou Espiritismo kardecista é uma doutrina religiosa e filosófica mediúnica ou moderno espiritualista. Foi “codificada” (ou seja, tomou corpo de doutrina – pela universalidade dos ensinos dos espíritos) pelo pedagogo francês Hippolyte Léon Denizard Rivail, usando o pseudônimo Allan Kardec. (wikipedia)

Se diz também que é uma religião completa e autônoma apenas no Brasil, onde conta ainda com cerca de 15 milhões de adeptos espalhados entre vários países.

A hipnose, o que dizem ser

Também uma definição conhecida dos internautas para a hipnose:

Hipnose, segundo a atual definição pela Associação Americana de Psicologia, é um estado de consciência que envolve atenção focada e consciência periférica reduzida, caracterizado por uma maior capacidade de resposta à sugestão. É um estado mental (teorias de estado) ou um tipo de comportamento (teorias de não-estado) usualmente induzidos por um procedimento conhecido como indução hipnótica, o qual é geralmente composto de uma série de instruções preliminares e sugestões. O uso da hipnose com propósitos terapêuticos é conhecido como “hipnoterapia”.

O termo “hipnose” (grego hipnos = sono + latim osis = ação ou processo) deve o seu nome ao médico e pesquisador britânico James Braid (1795-1860), que o introduziu pois acreditou tratar-se de uma espécie de sono induzido (Hipnos era também o nome do deus grego do sono). Quando tal equívoco foi reconhecido, o termo já estava consagrado, e permaneceu nos usos científico e popular. (wikipedia)

O espiritismo e a hipnose

O espiritismo lida com transes mediúnicos, psicografias, psicofonias entre outros elementos relacionados ao que dizem ser, estado espiritual, no caso estado mental do indivíduo e a hipnose também faz algum tipo de transe deixando a pessoa relaxada e até fazendo com que ela diga coisas que nem mesmo conhece ou nunca viu. É possível também, segundo os hipnólogos fazer regressão a vidas passadas, vidas essas que o espiritismo defende na sua doutrina onde, na opinião dos espíritas, há várias vidas e reencarnações de um único espírito que vive a ser aperfeiçoado nesse sistema de nascer e morrer que eles defendem.

Bem, você alguma vez já refletiu o quanto a nossa mente é volátil e pode facilmente sair de um estado, posição, opinião ou credo para uma situação já definida anteriormente e completamente diferente?

Pois é, pasmem, mas a realidade é que o campo de batalha espiritual entre as forças do bem e do mal é a mente humana, e o acesso a ela é conseguido através do livre arbítrio que tem cada pessoa, ou seja, a pessoa dá lugar para quem ela quer, infelizmente, em muitas vezes não é possível saber se é do bem ou se é do mal, e por quê? Por que essa condição é determinada por uma lei divina chamada de Fé na Verdade. Sendo a Verdade, Cristo, o Filho Unigênito de Deus, a pessoa escolhe crer ou não crer que Ele é realmente o Filho de Deus e quando essa pessoa não crê, ela passa então a crer em qualquer coisa que lhe é mostrada, e, quando essa “coisa” é um ato, digamos, sobrenatural, daí parece que a fé dela no que é mau aumenta consideravelmente. Assim acontece no espiritismo. O espiritismo é uma doutrina criada para o engano das nações, e talvez seja uma das mais diabólicas cirandas criadas por satanás.

Vejamos por exemplo as cartas psicografadas. As pessoas procuram um homem que é chamado por médium, que diz ter desenvolvido capacidade de se comunicar com espíritos de mortos e procuram saber notícias de familiares e outros assuntos. Esses médiuns, quando estão em desenvolvimento, na maioria das vezes, nem eles mesmo sabem que estão em uma cerimônia espiritual, mas não com espíritos mestres, mas com anjos caídos, isto é, demônios. Alguns desses demônios são chamados de familiares, pois eles sabem tudo sobre as famílias das vítimas do médium supostamente desenvolvido.

Quando o médium manifesta uma suposta entidade em nome de alguma pessoa do passado, pasmem, nada mais é do que um demônio milenar que sabe tudo sobre aquela pessoa e está inventando tudo dizendo que ele agora irá escrever com o pseudônimo de um fulano de tal. Isso tudo é um grande e muito triste teatro onde os demônios, a mando de satanás iludem milhares de pessoas a acreditarem que há comunicação com os mortos e que existe a tal reencarnação.

Na hipnose acontece bem semelhante, pois também trazem uma versão de que o hipnólogo irá consultar as supostas vidas passadas da pessoa sendo hipnotizada. A hipnose é perigosa, não por que trata-se de trabalhar liberalmente com a mente humana, mas por quê quem se submete a ela tem que estar ciente, ou pelo menos deveria estar ciente de que estará colocado em um teatro diabólico a mercê da zombaria e engano de demônios extremamente mais astutos do que o próprio ser humano, e quando a pessoa deixa isso acontecer com ela, entidades podem entrar na sua mente causando todo o tipo de devastação pecaminosa como medo, desejo e paixão carnal incontrolável, brigas, discórdias, violência, falta de amor, ódio e revolta, irreverência diante das coisas de Deus, entre muitos outros males.

Os hipnólogos são pessoas que já estão sendo enganadas e acreditam que estão controlando a mente humana. Pasme, há três controladores da mente humana somente, o livre arbítrio que é a mente do homem natural e que dá autoridade para os outros dois atuarem, a voz de Deus ou dos demônios. Ser humano não controla a mente de ninguém. É um lamentável engano. É como crer que é possível reencarnar em outra pessoa ou animal após a morte.

Tanto a hipnose como o espiritismo, dão vazão ao mesmo tipo de força demoníaca, mas operando com objetivos malignos e enganosos diferentes entre si. São engendrações cuidadosamente preparadas para enganar e destruir o ser humano. É lamentável que milhares de pessoas em todo o mundo estão se deixando levar por essas doutrinas de demônios no qual cita a Palavra de Deus em I Timóteo 4:1. Veja o que diz o texto: “O Espírito de Deus diz claramente que nos últimos tempos alguns abandonarão a fé e seguirão espíritos enganadores e doutrinas de demônios.

Agora veja o que o Profeta Isaías fala no versículo 19 do capítulo 8: “Quando, pois, vos disserem: Consultai os que têm espíritos familiares e os adivinhos, que chilreiam e murmuram: Porventura não consultará o povo a seu Deus? A favor dos vivos consultar-se-á aos mortos?

É necessário a humildade para parar e compreender que satanás engana as pessoas com muita sutileza falando em amor, ajuda aos necessitados e esperança aos desolados, mas por trás está o que a Palavra de Deus afirma, a operação do erro.

Conclusão

O espiritismo desvia a pessoa da Verdade e ninguém fazendo caridade conseguirá ser salvo, pois a Salvação não é por obras, Paulo escreveu aos Efésios no capítulo 2 e verso 9 dizendo que a Salvação não é por obras para que ninguém se glorie, mas sim pela graça por meio da fé. As obras devem ser feitas por amor a Deus em primeiro lugar e também aos necessitados.

A hipnose não é bem uma consulta aos demônios, é mais semelhante a um circo de demônios onde os seres humanos são os marionetes. A melhor coisa é afastar-se dessas coisas e passar a buscar a Deus na Pessoa Maravilhosa de Jesus Cristo vigiando e orando em todo o tempo para que haja capacidade para suportar as falsidades dessa vida. Não há o que temer quando se está em Cristo Jesus, mas quando se defende a unhas e dentes uma mentira criada pelo maligno não se pode mais contar com a proteção do Senhor Jesus.

Deixe um Comentário

Complete o Captcha *